© 2015/2019 por Arte 57. 

Todos os direitos reservados.

Av. 9 de Julho, 5144 São Paulo, SP 01406-200

+55 11 3081-9800

  • Instagram ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook Clean
Betina Samaia

Noturnos

Rio de Janeiro

2016

100 x 150 cm

1/5

Fotógrafa brasileira nascida em São Paulo, 10 de março de 1964. Betina é formada em Psicologia pela PUC-SP (1988) e desde cedo se interessa pelo registro do inconsciente em imagens.

Sempre teve a arte muito presente em sua vida. Sua pesquisa fotográfica desenvolve-se através de ensaios.

O trabalho de Betina apresenta grande influência da pintura impressionista: falta de contornos nítidos, presença de imagens que requerem certa dose de imaginação.

A imagem é a forma mais instintiva de compartilhar seu universo interior. Ela funciona como ponte ligando o mundo real e o imaginário. Este limiar, entre realidade e imaginação, sempre foi algo que a estimulou.

"Me interesso pelos aspectos sígnicos de maior densidade informacional que a fotografia nos possibilita. Gosto da fotografia não como uma forma redutora, de cristalizar a realidade, mas como um elemento propulsor da imaginação. Quero decifrar as imagens arquetípicas de uma forma íntima." 

Participou de cursos com renomados fotógrafos do Brasil e exterior: Peter Turnley, Shelby Lee Adams, Gal Oppido, Clício Barroso, Claudio Edinger, Claudia Jaguaribe, Iatã Cannabrava, Eder Chiodetto e Araquém Alcântara.

Expôs suas obras no Espaço de Arte Trio (2009), participou da exposição sobre os Direitos Humanos no Centro Cultural da Caixa Econômica (2007).

Participou da SP-Arte/Foto 2010/11/12/13/14/15 e SP-Arte 2010/11/12 pela Galeria Arte 57.

Fez parte  da exposição Foto Síntese - Coletiva de Fotografia Contemporânea ao lado nomes como David LaChapelle, Vik Muniz, Claudio Edinger, Abelardo Morell , Massimo Vitali entre outros 2011 e 2012.

Participou da Art-Rio (Rio de Janeiro) em 2013/14/15.

Em 2013 participou da coletiva "Magic Brésil" em Paris.

Em 2014 participou do Salão de fotografia "La Quatriéme Image" em Paris e da P/Arte, no Paço das Artes em São Paulo( 2014/15).

Em maio 2015, expôs a série "Noturnos" no Museu Histórico Nacional no Rio de Janeiro.

Em outubro de 2015 expôs a série "Noturnos" no Museu da Imagem e do Som (MIS) , em São Paulo, Brasil.

Suas obras fazem parte de grandes coleções de fotografia do Brasil e também EUA e França.

É representada no Brasil pela galeria Arte 57 (www.arte57.com.br).